23/06/2007


Conheça as propostas dos finalistas do "Aprendiz 4"

Mariana Junqueira Reis, 24 anos, Belo Horizonte (MG). A ex-diretora executiva propôs a Roberto Justus a criação de uma empresa para eficiência energética e racionalização do uso da energia elétrica. Para ela, a energia elétrica é atualmente uma preocupação mundial e a economizar é contribuir com a preservação do meio-ambiente.

Tiago de Aguiar Pereira, 30 anos, São Paulo (SP) . O empresário propôs a Roberto Justus criar um produto de lavar carros sem água, que consiste em lenços umedecidos. O produto seria voltado para o mercado externo. Ele acredita que com o aquecimento global, o consumo de água está crescendo cada vez mais. É um produto que não existe nem no mercado externo. O candidato diz ainda que a outra vantagem de seu projeto é que atualmente há uma demanda reprimida de produtos ecologicamente corretos.




Quando chega o mês de junho o friozinho se aproxima e o outono vai dando adeus. É hora de dançar quadrilha, pular fogueira, experimentar as várias delícias da culinária tradicional brasileira e festejar nossa cultura popular. As festas juninas se multiplicam pelo país.

Na região nordeste, onde essa tradição é mais forte, as quadrilhas festejam São João com apresentações ricas e deslumbrantes, e inovam suas evoluções a cada ano. Mas o sul e o sudeste não ficam atrás nas festividades. Em vários lugares é possível aproveitar, comer bem e se divertir nas várias quermesses que se multiplicam pelo país.

As festas juninas brasileiras tem sua origem nas celebrações européias, historicamente ligadas com a festa pagã do solstício de verão que era celebrada no dia 24 de junho. Com a era cristã passou a ser identificada como "festa de São João", a partir da Idade Média. No Brasil, além de São João que é comemorado em 24 de junho, os dias de São Pedro (29 de junho) e Santo Antônio (13 de junho) também são celebrados.

Nenhum comentário: