11/11/2007

Espiadinha

Não há mais novidade em afirmar que a vida tornou-se espetáculo para ser visto. Vide a Internet, território no qual proliferam-se fotologs e webcams ligados 24 horas por dia, repletos de internautas dispostos a compartilhar suas imagens com qualquer um que esteja conectado. Neste mundo apinhado de voyeurs e exibicionistas, o crítico cultural Neal Gabler, autor do livro "Vida, o Filme", afirma que testemunhamos tempos nos quais "os indivíduos aprenderam a valorizar habilidades sociais que lhes permitem, como atores, assumir seja qual for o papel que a ocasião exija, e a 'interpretar' sua vida, em vez de simplesmente vivê-la".

O problema é quando esses atores desse grande circo mergulham em seus papéis de tal modo que perdem a noção do que seja real. Foi o que aconteceu no Big Brother original, exibido na Holanda em 1999, quando o primeiro candidato expulso da casa ficou tão deprimido que se atirou debaixo das rodas de um trem - e escapou por pouco da morte.

E se você pensou que as edições anteriores do Big Brother Brasil já contiveram baixarias suficientes, saiba que nessa tal "novela da vida real" outras histórias pouco edificantes pontuam as suas várias versões internacionais. Nos Estados Unidos, um dos participantes da edição de 2001, Justin Sebik, foi expulso após encostar uma faca no pescoço de outra concorrente, ao vivo, dizendo a ela: "você ficaria chateada se eu te matasse?". Na Inglaterra, seguranças chegaram a ser acionados para apartar uma briga entre participantes embriagados (a propósito, o vencedor dessa edição inglesa foi um transexual). Outro "pega pra capar" quase tirou do ar a versão portuguesa (um dos envolvidos foi expulso da casa após dar um pontapé numa colega). Na Dinamarca, o casal Robert e Sissel começou a namorar durante o programa, e ambos se empolgaram a ponto de protagonizar cenas de sexo que foram ao ar. Algumas semanas depois, o resultado: Sissel ficou grávida de Kornelius, o primeiro bebê gestado durante um Big Brother. Outros países como Espanha, Hungria e Bélgica não se furtaram a exibir seqüências calientes em suas edições (facilmente encontrados na Web).

DESEJOS...

Abrir a porta e entrar na casa. Dar um grito, se jogar na grama, cumprimentar os outros moradores ou vasculhar todos os cantinhos da nova morada? Ansiedade pelo primeiro contato. Todos falando ao mesmo tempo e se conhecendo. Quais serão as surpresas? A primeira prova, ai... Será que vou me dar bem? A festa de recepção. Que músicas vão tocar, qual será a decoração, o tema, quais as comidas, as bebidas? A primeira semana está terminando. O líder vai com a minha cara? O paredão, ver as famílias, um turbilhão de emoções. Menos um! Sol de verão, piscina, papo, diversão. Uma passadinha na academia, ou não? Qual o caminho, estratégia... Confiar? Mais provas. Choveu. Bonito ver a chuva caindo sobre a água da piscina, sobre a grama, sobre a casa. Será que essa é a minha vez? Qual o quarto preferido? Vou salvar alguém, amizade ou jogo? Os dias passam... O que faria com R$ 1 milhão? Vai sonhando!!! (Blog da Produção)

Um novo Big Brother Brasil vem aí. Está certo que ninguém gosta de ver pessoas feias na TV. Concordo que ver corpos bonitos é bem mais agradável e dá mais ibope. Passando pelo Blog da Produção para conferir os perfis, lá estão eles, os corpos! Seios, bundas, tanquinhos e tudo que possa chamar a atenção da Produção. Quer um exemplo? Dá uma espiadinha no vídeo abaixo:


Nenhum comentário: