24/09/2008

Relembrando...

A sétima temporada do Big Brother Brasil estreou em 9 de Janeiro de 2007, sendo exibida até 3 de Abril de 2007 onde terminou com a vitória de "Diego Alemão". Foi apresentada por Pedro Bial e dirigida por José Bonifácio Brasil de Oliveira, o Boninho. O prêmio era um milhão de reais com desconto de impostos.

Curiosidades

No início a audiência da temporada era muito pequena. Mas com o decorrer do programa, tornou-se a segunda temporada de maior sucesso da história do programa.

Na noite de 22 de fevereiro, Alemão foi acordado pelos outros participantes, que tiraram sua cueca, deixando-o completamente nu. No início, ele não se importou. Porém, após conversar com Íris, Alemão e Airton discutiram pesadamente e quase se agridem fisicamente. Na noite seguinte, Pedro Bial repreendeu os participantes. A audiência subiu durante a briga.

A participante Yumi Ouchi foi excluída do BBB7, pois tinha contrato com o SBT. Ela era uma das modelos do programa Topa ou Não Topa. Foi substituída pela dançarina Flávia, que já tinha trabalhadona Rede Record, no programa Melhor do Brasil, além de ter participado das pegadinhas de João Kléber, na RedeTV!. Fora isso, participou do A Praça é Nossa, do SBT.

Liane já havia participado de Malhação por dois meses, em 1999, quando interpretou Paulinha, uma das namoradas de Mocotó (André Marques), além de ter sido derrotada por Sheila Mello no Concurso Loira do Tchan.

Analy, que integrava uma banda de DJs mulheres, foi "hostess" (gerente) do restaurante de Luciano Huck.

Alguns momentos marcantes do BBB7:

- O veto de Analy;

- A prova da gaiola;

- A festa do balde;

- Alemão deitado na grama, aos prantos, após a eliminação de Iris;

- A briga de Alemão e Siri na Festa Italiana;

- Pablo, o argentino;

- Siri, no Grand Hermano;

- O beijo da final.

Que venha o BBB9 e nos traga mais emoções do que o BBB7. Eu passo a vez de comentar o BBB8.

Nenhum comentário: