25/09/2008

Se a moda pega...!

Em Goiânia, uma esposa traída obteve da amante do ex-marido o direito de receber indenização por danos morais.

Uma união de 21 anos. Um marido acima de qualquer suspeita. “Ele era uma pessoa caseira, sete horas da noite estava em casa, uma pessoa dedicada”, conta Fátima Cristina Oliveira, professora.

Mas bastou um telefonema para que ela descobrisse que estava sendo traída. A notícia chegou pela própria amante. Fátima entrou em depressão e até perdeu o emprego. Quando tudo parecia perdido, ela decidiu reagir.

Fátima entrou na justiça contra a amante alegando danos morais. Ela até tentou salvar o casamento. Mas preferiu o divórcio depois que descobriu que o marido estava pagando as despesas do advogado da amante.

Sem condições emocionais de continuar morando em Goiânia, Fátima Cristina decidiu recomeçar a vida em outro lugar, a 200 quilômetros de distância. Ela foi para Brasília, onde morou antes do casamento. Ela conseguiu um novo emprego e até voltou a estudar, enquanto aguardava uma decisão da justiça goiana sobre o processo.

A amante, Marienne Ferreira, que é vendedora, não foi encontrada para falar sobre o assunto.

O advogado da ex-esposa acredita que a decisão do juiz abre precedente para outros casos.

A decisão é de primeira instância e a amante ainda pode recorrer.

***

Em tempo: Ganhei dois selinhos da minha comadre Mineira, do Matutando... e é com muito orgulho que mostro pra vocês:

Repasso os mimos para:

Layla

Kane

Lana

Lugirao

Obrigada, comadre!!

Nenhum comentário: