20/03/2009

Com Fofurinha e Benhê é só alegria!

Depois de cumprir mais um castigo do Monstro e comer uma torrada na cozinha da xepa, Fran e Max vão para a casa. Ao chegarem na área do banheiro, a Fofura começa a dançar na frente do espelho. O carioca ri e copia a coreografia e começa a dançar com ela, divertindo-se com a comicidade da brincadeira. Depois vão para o quarto Palácio de Cristal, retomando a diversão. Francine dança com sua fantasia de babá, daquele jeitinho moleca que ela faz tão bem. Max, brinca com o visual da professora: "Você está linda. Sempre desejei as babás loucas, delícia".

A gaúcha ri e retribui o galanteio: "Eu cuido do seu filho, e dou muito carinho para o pai da criança. Vou te colocar no colo e nanar". Max, que se divertia aos montões com a gaiatice da Fofurinha, joga no ar a sugestão: “quando ela sair pode ser convidada para fazer programa infantil". Vá ver que isto vai acontecer mesmo! Que Francine é uma comediante, não há dúvidas!
.
A Fofurinha ri e começa a interpretar uma apresentadora: "Criancinhas, peguem todas as canetinhas que a mamãe guardou na gaveta e desenhem suas mamães na parede. Para brincar de recorte e cola, pegue uma nota de 100 reais, corte e tente colar na cartolina", brinca, com a maior cara de pau...

Ainda no quarto Palácio de Cristal, Max, Flávio, Fran, Milena e Pri aguardam o início do programa Vídeo Game. Imitando um bêbado, Max brinca com Fran: "Minha querida, a única coisa que eu mereço é o seu amor. Desde o primeiro dia estou te aturando, já tomava banho de bacia com você".

Fran reage ao carioca: "Eu nunca mais faço simpatia para você, vou fazer uma ruim". Flávio entra no papo e faz um comentário sobre o resultado da Prova do Anjo: "É, mas aquela simpatia quase deu errado, foi a sua pior volta". Francine lembra, então, que ficou em terceiro lugar na prova, atrás de Max e Flávio. "Se não tivesse o Flávio, nem o benhê, eu teria faturado. Acho que vou matá-los...", diz ela, brincando. Max entra na dela e pergunta: "Vai aniquilar?". E a gaúcha responde: "Acho que vou aniquilá-los".
.

Enquanto Fran e Max é só leveza e alto astral, Ana continua torrando a paciência de Joseane. As duas estavam na cozinha enxugando a louça e comenta com Josiane que executa a tarefa para não dizerem que ela deixa louça."Você está muito preocupada com eles. Tira essa coisa de perseguição da cabeça", diz a cantora.

Com aquela cara amarrotada de grande vítima martirizada, Ana diz: "as pessoas me olham. Não sei se estou ficando paranóica”. A psicóloga Joseane prontamente responde, já dando sinais de cansaço de tanta chorumela: "você está ficando paranóica". Se Joseane em apenas três dias já está estressando com a ladainha baixo astral de Ana, imaginemos o que suportou Naná durante dois meses com a mimadinha grudada nela dia e noite! Esta certamente tinha um saco tamanho elefante!

Nenhum comentário: