22/04/2009

Fran e Max no Paparazzo. Pri na lista de espera.

Fran e Max já estão com o ensaio disponível no Paparazzo. Achei as fotos fraquíssimas. O fotógrafo escalado para fotografá-los não poderia ser pior. A roupa de Francine está chinfrim, não tem nada de sensual, parece trapinho comprado em feira livre, o local não poderia ser mais inadequado, com excesso de informações visuais e feio.

As poses estão abaixo da crítica. É só comparar com as que fizeram de Íris com Alemão, para se ver a imensa diferença que há, desde o figurino escolhido para os dois até o cenário. Aliás, a lingerie que Fran usou no ensaio só com ela, não era de bom gosto nem de boa qualidade.
.

Compare-se com qualidade e a beleza do lingerie usada por Ana Caroline e veja-se a diferença! As fotos só se salvam porque Fran está linda em todas, Max fotografa muito bem, é um fofo e ver os dois juntos tem um gostinho muito especial.



Vi, com muito gosto, a entrevista a entrevista do Pedro Bial no “Mais Você”. Por mais que me aborreça com o apresentador ao longo do BBB, continuo sendo sua fã incondicional. Gosto dele como pessoa, como jornalista e como intelectual. Depois de grisalho, ficou ainda mais lindo, mais charmoso, mais tudooooo! Assim, mesmo tendo torcido por Priscila, vou relevar, embora não compreenda o que ele viu de tão extraordinário na personalidade e nas atitudes da morena. Acho que a vimos por prismas absolutamente opostos.

Até houve um dado momento, antes da chegada de Maíra e anterior ao seu segundo paredão, no qual eu comecei a apreciar a mato-grossense, justamente por algumas atitudes sensatas e por alguns posicionamentos inteligentes. Tirei-a da minha listinha tríplice de favoritos, depois que ela grudou em Maíra e começou assumir uma conduta em nada louvável, em relação à Fran e a Max, especialmente a partir da memorável conversa noturna, regada a álcool, na varanda, com Ana e Milena, na qual liderou a maledicência contra Max, com o intuito de provocar a separação do casal que sempre a incomodou.

Depois que saiu da casa, em nada melhorou o conceito que tenho de sua pessoa, ao contrário. Quando leio as declarações dela para a imprensa sobre o relevante tema do piecing na pixoca, quando vejo fotos suas sentada com uma micro saia pagando calcinha ou dando detalhes das suas peripécias sexuais, fico penalizada com tanta vulgaridade. E o pior: ela ainda não caiu na real. Continua se achando uma mulher maravilha, um ícone da sensualidade brasileira, uma figura que será disputada pelas revistas masculinas, por cachês altíssimos. Nem se deu conta de que está gorda demais para a pouca altura que tem, que , se não se cuidar, será apenas uma fruta a mais no POMAR do Rio de Janeiro.


O Paparazzo não aceitou fotografar Priscila porque ela estava acima do peso e fora dos padrões, exigindo que emagrecesse para poder fazer o ensaio. Ora, se uma revista on line, que nada paga, tomou tal atitude, como poderá a Play Boy e a Sexy pagar o cachê de um milhão de reais que ela exige para despir-se, como já fez em ensaios que circulam na net, inclusive com poses em nu frontal, com o famoso piercing bem exibido? Se Michelle ganhou R$ 60.000,00, a Mulher Melancia e Sheila Carvalho receberam R$ 200,000,00, é muita pretensão de Priscila querer um cachê que nem Íris e Grazi receberam, com toda a fama, beleza e novidade dos seus corpos nunca expostos. E mais, as capas dos meses de maio, junho e julho já têm suas belas com o contrato assinado.

Não aprecio Priscila. E não é por causa da sua liberdade sexual e da sua sensualidade, pois não sou preconceituosa, mas por sua conduta dentro da casa em relação aos que dizia serem seus amigos, especialmente Francine e Max, por seu jogo sujo, por sua falta de escrúpulos, sua deslealdade e falsidade. Até a achei inteligente e astuta, mas isso não é tudo, se lhe faltam qualidades e valores humanos, espirituais, éticos essenciais a qualquer pessoa. Também não tenho apreciado certas atitudes deslumbradas e/ou inconvenientes de Priscila, depois que saiu do confinamento. Ir com muita sede ao pote, pode resultar em prejuízo!

Por isso, não compreendo como um homem, como Bial, de gosto refinado, culto, sensível, inteligente e educado pode encantar-se por uma mulher com o perfil de Priscila, tão vazia, superficial, fútil, deselegante e, mais que tudo, tão vulgar! Ou não foi o máximo da vulgaridade mandar de presente para o apresentador uma calcinha dela? E o que dizer da exibição piercing genital para Flávio, dentro da casa, e de fazer desse detalhe íntimo assunto em entrevistas e notinhas na mídia? Vamos ver quanto tempo vai perdurar os momentos de fama de Priscila, em um meio como o Rio de Janeiro, onde proliferam mulheres lindas, bem providas de carnes e dos devidos silicones, exuberantes, descoladas e avançadinhas, dispostas a disputarem as luzes dos holofotes. Fanny e Natália que o digam o quanto é difícil ficar no topo da fama apenas com o corpão, e a fama momentânea pós-BBB. É preciso ser muito Íris e muito Grazi para conquistar o que as duas conquistaram. Priscila está muito distanciada do carisma e do perfil especial de ambas.

Nenhum comentário: