19/04/2009

Na Sibéria não tem nada disso

Quem nunca ouviu o famoso bordão "Skawurzska"? Quem nunca assistiu o simpático Coronel Tutchenko nos vários comerciais que a Net já veiculou na TV? Pois é...daí que minha filha me perguntou um dia: "Mãe, de onde tiraram essa idéia de colocar um russo pra anunciar um produto brasileiro?" Filho faz cada pergunta...

Então, vamos à minha pesquisa. Sim, porque, mesmo trabalhando na Net, eu confesso que nunca tinha parado pra pensar no motivo! (que meus chefes não me leiam...rs)

A campanha trabalha com a idéia de que ser cliente de outras empresas que não a Net, significa "estar numa fria". E qual o lugar mais frio do mundo? A Sibéria, que fica na Rússia, e é lá que situa-se o local habitado mais frio do mundo, a aldeia de Oymyakon, onde baixas temperaturas oscilam entre 48 e 53 graus centígrados abaixo de zero.

O "russo" faz mais sucesso do que muitos atores globais. Desde que a campanha começou, em 2005, o coronel Boris Tutchenko e seu bordão ‘Skawurzska!’ foram vistos todos os dias na TV, quase sempre em horário nobre. Também apareceram à exaustão em anúncios de jornais, revistas e na internet. Pelas ruas, o russo gordo, mandão e atrapalhado pára o trânsito, tamanho o assédio. As crianças ‘piram’.


“As mães sempre comentam que os filhos adoram. E os pequenos pedem autógrafos, querem tirar fotos. As reações são as mais diversas”, conta o ator Álvaro Thuller, de 45 anos, que dá vida à grande estrela da campanha da operadora de TV a cabo NET. “Alguns me chamam de coronel, outros acham que eu sou o dono da NET e me pedem um emprego. Tem gente que já chega beijando. Mas não tem jeito: a maioria, quando me vê, grita ‘skawurzska!”

O paulistano, que trabalha como ator desde 1975, nunca tinha experimentado tanta fama. Para encarnar o coronel Tutchenko, Thuller passou por vários testes e superou um batalhão de candidatos. “Testamos mais de 80 atores até encontrarmos a pessoa ideal para o personagem. Buscávamos um russo com bastante humor”, conta Douglas Ramos, diretor de contas da Talent, agência responsável pela criação do comercial.

Só que, de russo, Thuller não tem nada. Para representar o coronel, o paulistano precisou aprender o sotaque com um professor especializado na língua.

A série de comerciais fizeram parte da campanha O Mundo é dos NETs, que queria reforçar o conceito de flexibilidade da empresa. O personagem Coronel Boris Tutchenko é um russo dedicado, incansável e exigente, mas também muito simpático, afetuoso, justo, cheio de energia e senso de organização.

Encontrei na internet uma ação que foi movida contra a Net por um grupo de escoteiros. Como assim, escoteiros? Pois é...vejam só:

"Palavra de escoteiro? Não, palavra de Coronel Tutchenko"

Representação n° 52/07

Autor: Grupo de consumidores

Anunciante e agência: Net e Talent

Relator: João Monteiro de Barros Neto

Segunda Câmara

Decisão: Arquivamento

Grupo de consumidores representados pela União dos Escoteiros do Brasil apresentou denúncia contra anúncio em revista da Net que dizia "Só a Net tem TV por assinatura, banda larga e telefone num único cabo. Palavra de escoteiro? Não, palavra de Coronel Tutchenko". A queixa alegava que a peça, além de associar o escotismo a uma figura excêntrica, macula a expressão "palavra de escoteiro", desmerecendo as pessoas ligadas à atividade. A defesa esclareceu que não teve a intenção de desvalorizar a instituição do escotismo, afirmando que as expressões não trazem nenhuma ofensa e que o "Coronel Tutchenko" é uma figura fictícia que protagoniza a comunicação da empresa de forma bem-humorada.O relator concordou com os argumentos da defesa e recomendou o arquivamento da representação, aceito por unanimidade.


Com o slogan "O mundo é dos NETs" e a enérgica presença do coronel Tutchenko com seu bordão "Skavurzka!", a Talent conquistou o público. Reconhecida também pelo mercado, a campanha figurou sete vezes consecutivas entre as 10 preferidas, segundo pesquisa do Datafolha.


Vou logo avisando para os que odeiam a Net, o Vírtua e o Netfone que não estou defendendo os produtos, então, não adianta virem fazer tumulto no meu haloscan. Para reclamar da Net existem diversos sites, comunidades, foruns e, na pior das hipóteses, a justiça. Portanto, nada de sapatear aqui nem querer me jogar garrafas de vodka, ok? Skawurzska!


Nenhum comentário: