22/06/2009

Tricotando e agulhando!!!


Com a saída de Theo, o clima hoje na fazenda estava totalmente diferente do de ontem, em função da saída do “abominável homem dos Pampas”, o encrenqueiro falastrão Theo Becker. Os participantes parecem pintos ciscando terreiro, todos muito alegrinhos, mais amiguinhos de infância que nunca e menos preocupados. Sob a supervisão da nova fazendeira, Luciele, que promete ser durona e exigente com todos, os saltitantes peões já foram informados sobre suas atividades e encararam numa boa, como bons e obedientes irmãozinhos. Falando em atividades, Luciele deixou para Carlinhos a atividade de recolher o lixo, além de ordenhar a vaca... boazinha a menina: agora ele não terá ânimo para toscamente xavecá-la hehehehehe.
.
Miro e Fabiana deram uma força para o almoço. Carlinhos fez mais uma sessão hilária de imitações, que deixou Mirella, Dani Souza e Fabio cansados de tanto darem risadas. Que coisa mais lindinha e meiguinha... “tantos risos, ai! Tanta alegria! la, ri, lá, lá lá..." Vamos ver até quando vão ficar nessa leveza!!! Vamos ver até quando essa harmonia irá reinar. Quem quer apostar alguns ovos, galinha ou bodes? Eu aposto todas as minhas galinhas como antes que o galo cante, Pedro renegará Cristo três vezes...
.
Que coisa mais lindinha: a Samambaia revelou uma grande e estupefaciente novidade aos “santinhos” Mirella, Danni Carlos, Carlinhos e Fabio Arruda: "Estou com pena do Theo Becker. O que será dele lá fora?" Que menina inteligenteeeee! Essa foi melhor do que a que ela soltou para Babi, espantadíssima com o fato do ovo endurecer a casca dentro da galinha, fato que para ela era um mistééééério insondável!
.
Fabio, muito fino, elegante e ético, respondeu: "Pena de quem? Do demente?". "Sim", disse a meiguinha Samambaia. Sem pestanejar, o consultor de estilo respondeu de cara, "Olha, sinceramente, eu não tenho pena alguma dele!". É um espanto o espírito humanitário desse delicado moço.
.
Bom mesmo foi a visita da zootecnista Fernanda com todos os peões reunidos no pasto. Esta explicou aos participantes os detalhes sobre a delicinha de tarefa que lhes seria confiada: "Nós vamos fazer um minhocário! Vamos produzir o húmus, que nada mais é do que a terra enriquecida após a passagem das minhocas, e serve para a plantação". Vixe, meu padrin Ciço, esta vai deixar as circunvoluções cerebrais da Samambaia em curto circuito, com fumaça saindo até pelas orelhas lindinhas...
.
Diante de sacos de extrato vegetal, os peões despejaram o conteúdo em um recipiente específico, enquanto Fernanda explicava: "Isso se chama compostagem". "Que cheiro horrível! Isso deveria se chamar 'cocompostagem'!", disse, bem humorado, Fabio Arruda. Ai, que fofinho... quero ver o belo com as mãos na massa minhocal...hehehehehehehe. Ao despejarem um grande saco com minhocas no preparado que estava no tabuleiro, as meninas gritaram de nojo: ai,ai,ai, ui,ui,ui!!!. A zootecnista, decerto espantadíssima por ver que frutas falam, continuou explicando tudo aos discípulos maravilhosos, incríveis, fenomenais!

Nenhum comentário: