02/04/2010

Encerrando o assunto BBB10

O BBB 10 foi o jogo do imprevisto, do imprevisível. Jogo de um nome só: Dourado. Ele foi o contraponto de praticamente todas as discussões. Seu nome e seu comportamento envolveram duas gigantes torcidas: a que torceu a favor e a que torceu contra.

Logo no início a blogosfera gritou alto: 'Não é justa a entrada de ex-bbs!'. Todos nós não vimos com bons olhos e não aprovamos figurinhas repetidas. Mas, ao ser rejeitado pelo grupo, Dourado foi adotado pela torcida. Eles mesmos fizeram o campeão do programa, como se não soubessem que o público tende a acolher o que é perseguido, com excessão da Ana Carolina. Essa não dava pra colocar no colo, mesmo!

De todo o discurso bialesco da final, gostei particularmente da parte onde o apresentador representa a nossa percepção sobre a importancia da Lia na trajetória do Dourado. Tanto nós quanto Dourado sabemos que Josi e Lia foram determinantes para a vitória do lutador. A primeira por ter levado Dourado de volta e tê-lo imunizado, dando aos outros mais tempo de rejeitá-lo e a segunda por ter dado uma guaribada nos modos e no comportamento do Dourado.

Cabe aqui um parágrafo a parte. Eu fui uma 'perseguidora da Lia'. Seu jeito trágico e denso me incomodava. Sua verdade absoluta me irritava. Mas aos poucos fui enxergando a dançarina com outros olhos, muito pela sua proximidade com Dourado. A 'madre Lia' amansou o brutamontes, tirou lágrimas daquela fortaleza e, naquele momento, o fez vencedor. Se não fosse Lia, talvez Dourado não tivesse conseguido ganhar o BBB. Na minha opinião, Lia foi uma jogadora fantástica e soube despir seus adversários com enorme perfeição. Foi questionadora, impulsiva, apaixonada, imperfeita, reativa, doce e humana. Perdeu-se por ciúmes, chamando para si votos que poderia ter evitado. Pecou por excesso de carinho, de proteção, de posse. Pecou e admitiu seu erro. Soube reconhecer que, se não fosse Kadu a lhe proteger, teria saído bem antes do reality. Deixo aqui meu agradecimento a essa Lia intensa e verdadeira!

No Twitter, ganhei e perdi seguidores por causa da minha torcida por Dourado. Devo dizer que ganhei mais do que perdi. As discussões foram acaloradas, muitas vezes ofensivas por generalizarem a torcida do lutador com adjetivos pouco simpáticos. Mas, ao final, acabei sendo parabenizada por, apesar de ser torcedora do Dourado, ter sido coerente e educada com todos, como sempre fui na vida e na blogosfera. Parabéns pra mim!

O BBB 10 foi um BBB tenso. Não foi leve ou divertido. Foi duro acompanhar essa edição e torcer por quem torci. Difícil arrancar da torcida do contra para quem eles torciam, porque eles só torciam CONTRA Dourado. Se era Joãozinho contra Dourado no paredão, Joãozinho era mais merecedor. Se Pedrinho falava mal do Dourado, estava apenas se defendendo. Mas se Dourado respirava, já estava todo errado. Complicado, não? Mas não fomos nós que escolhemos colocar Dourado lá dentro. Não fomos nós que o rejeitamos com todas as nossas forças. Mas fomos nós que o mantivemos lá dentro, com toda a força da torcida nas votações.

O BBB 10 foi o BBB do iMacro. Engraçado, eu nem sabia o que era isso até a torcida do contra começar a nos acusar de usar macros - programas para realizar mais rapidamente as ações repetidas - para manter Dourado nos paredões. A torcida do contra fez um carnaval de acusações na blogosfera, acusando a torcida de Dourado de usar meios ilegais para bombar os paredões. Eu, que não sabia o que isso significava, fui lá conferir o tal programinha. Descobri que o iMacro, uma extensão do Firefox, nada mais era do que um facilitador,que nos permitia somente ficar digitando as palavrinhas, sem ter que dar backspace e voltar para a página de votação inicial. 'Nossa!! Mas isso é desonesto!!!', gritavam os indignados. E eu pergunto: desonesto? Só a torcida do Dourado podia usar? O tal programa que 'ficava votando sozinho, dando zilhões de votos por segundo, eu não vi, não sei onde viram, e acredito que nem mesmo existiu. Até onde pude pesquisar, não existe programa que leia aquelas malditas palavrinhas automaticamente. Se alguém viu, que fale agora ou cale-se para sempre....rs. Na minha percepção, isso tudo foi conversa de mau perdedor. Fato.

Para nós, torcedores do Dourado, valeu o sacrifício pela sua vitória. Dourado é modelo de perfeição? Não, está bem longe disso, assim como todos os outros vencedores e participantes dessa e de outras edições. Se a vida lhe arrebentou a fé, a crença no ser humano, talvez essa vitória lhe aqueça o coração e ele entenda, de uma vez por todas, que existem pessoas suficientes no mundo que o querem bem. Dourado, sinta-se acarinhado! Você fez o nosso BBB 10 valer a pena!

10 comentários:

Mamis disse...

Não fui eu a primeira a dizer que figurinha repetida não completa album?
completou, kkk, bem feito pra mim!

beijos Mariquinha, foi legal, muito bom mesmo.

EVA-RN disse...

Poisé, você tem toda a razão no que escreveu. Você sabe que eu, desde aquela prova das gaiolas, rendi-me à Lia e não aceitava qua a chamassem de mijona. Lia é a única de quem pretendo falar depois deste BBB de mulheres tão medíocres e sem carisma.
Lia foi o destaque, foi a mulher que muito bem soube jogar com "força e honra". Desejo tudo de bom para ela, muitos trabalhos rendosos e, já que todas fazem, uma PlayBoy de arrasar...
Domingo , ela estará no Faustão. Será exibido o paparazzo dela.

Desejo uma Páscoa cheia de Luz para Glória e todas as pessoas amigas do M&M.

Lucad disse...

Gloria!

E estou eu aqui, findo mais um BBB. Um pouco melancólico, um pouco órfão, ontem não teve prova do líder (risos).

Realmente este não foi um BBB qualquer, foi um BBB diferente, colorido (não no sentido significativo da palavra), cheio de tribos diferentes e cores diferentes. Cheio do "pior do ser humano" como disse Boninho.

Mais aconteceu, foi um marco e um aprendizado. A edição de n. 10 arrastou quarteirões. Não acredito que o 11 "seje" tão polêmico como o 10.

Ah, e parafraseando nossos "heróis", vai me pedido de desculpas, se ofendi alguma coisa aqui nos halos.

Beijos de Goiás!
Beijo do GOIANO.

Ana, A menina que roubava idéias disse...

Falou tudo que penso.

BBB tenso. Se nao fosse pelo Dourado, nao seguiria e nao sei se quero seguir outro.

Aquele dia que um tinha que acusar o outro foi terrível. O Boninho tentou tirar o pior de cada um e como humanos e falíveis temos o bom e o ruim dentro de nós.

Fui dormir com raiva de pessoas que nunca tinha visto. Gostava de rir no BBB 9 que via pouco e nao era fanática por ninguem.

Mas, minha torcida pelo Dourado vem de longe.

Nunca votei. Neste fiz o absurdo de passar tardes e noite votando e o pior ligar. kkk Sério, nunca fiz isto.

Quero ver quando vier a conta. Meu marido vai falar: Sua boba, por que nao usou o tal IMACRO???

Eu sei que meu imacro foram meus dedinhos. bjs

Anônimo disse...

Olá!
Vim todos os dias ler os seus posts como outros tbm, e sempre gostei muito de sua análise. Claro que torci para Dourado desde o início, e não por ter sido rejeitado ou por já ser fã dele desde o bbb4. Torci simplesmente pq não surgiu nehum outro participante com carisma e bom senso suficientes para agradar mais que ele. Qto ao apoio de A ou B, não concordo. Acho que Dourado sempre jogou sozinho, e a impressão que me dava é que Dourado suplicava sutilmente apoio de alguém. Parece que o apoio de Lia e Cadu foi uma esmola e mal sabiam que Ele não precisava nenhum pouco disso. Nós sim aqui fora fomos seus verdadeiros aliados, juntamente com a maioria dos bolgs/bbb.
Abraços!

Frajola disse...

Não entendi também essa revolta dos anti-Dourados contra o iMacro. Fico pensando se essa gente prefere voltar a votar em cedulas de papel deixando de lado as urnas eletronicas na proxima eleição.

Sobre vc dizer que "não existe programa que leia aquelas malditas palavrinhas automaticamente", também não vi nenhum sendo usado para o BBB. Mas, maneira de "ler" as palavrinhas existe. Seria semelhante os programas de acelerador de download que há por aí como o "RapidShare Plus", "JDownloader", "CryptLoad", etc. Bastaria aparecer um "genio" dos captchas pra fazer o tal programa. Mas desconfio que o tal programa NÃO seria tao rapido assim. Perderia certo tempo na traducao, o que faria com que votar manualmente continuasse a ser mais rápido. Não tenho culpa se sou um digitador veloz, hehehe.

No mais tudo é choro de perdedor. É facil perceber porque o Dourado mereceu ser o vencedor.

Dourado Campeao e ponto final.

Lugirão disse...

Glória , vim te desejar uma feliz páscoa.

Confesso que adorei que o BBB10 tenha acabado, nunca torço pelo vencedor e dessa vez não poderia ser diferente,rs.

Discordo de ti, achei o jogo muito previsivel , a partir do poder supremo já se sabia que o Dourado seria campeão, ponto para ele, mas na minha modesta opinião o jogo perdeu muito.

Mas o BBB é apenas isso um jogo, e é assim que vejo, não gosto do estilo de ser do Dourado e dai? isso não muda nada, não vou deixar de gostar do seu espaço por isso, apenas abro aspas enquanto o jogo que dura 3 meses acaba, e ainda sobram 9 meses. quando começar o próximo, eu vou continuar sendo do contra, ou simplesmente fico de fora como fiz no BBB9 , que não faço idéia de quem foi quem, e só conheço o nome de uns tres....

Beijão

Blog da Fatima disse...

Glória, nem sabia o que era esse tal de imacro que tanto ouvi no tt. Até que lendo teu post tu me esclareceu!
Pena eu não ter sabidio antes.Assim não dgastava tanto o dedo votando para o Dourado ser Campeão!!

Amada..
Feliz Páscoa!!

Bjos no ♥

layla lauar disse...

Oi Amiga... confesso que suspirei aliviada quando terminou esse BBB-10, aliviada e feliz com a vitória daquele para quem torci desde o início, porém se não fosse por ele - Dourado, jamais deixaria entrar na minha casa pessoas tão desprezíveis, tão medíocres, tão sem caráter, faço excessão à Lia e ao Kadu (esse último inexpressivo, porém parece ser boa pessoa). Sinceramente, esse BBB, para mim, foi um show de horrores e de baixarias. Os três gays não entraram lá lutando por igualdade e sim por privilégios e todos eles foram obscenos em sua falas e atitudes.

Albert Einstein escreveu "Meu ideal político é a democracia, para que todo homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado"

e eu já digo:
Meu ideal político é a democracia, para que todo homem seja respeitado como indivíduo e nenhum seja admirado, apenas por ser veado rsss

É isso, no mais achei excelente seu texto.

beijos e uma Feliz Páscoa!

Juçânia disse...

Leio o teu blog desde que tu começastes a comentar o programa. Acho sempre elegante a maneira com tu escreves, mas tenho ue discordar de ti. Não por tua torcida por Dourado, mas gostar do jogo da Lia, aí é demais! Acho que ele teria tido a minha torcida se não tivesse se unido à ela.E aqui fora ela tem mostrado realmente que foi verdadeira no programa, vendo suas aparições. Me desculpe mas Lia não!!! Não, nem na ficção nem na realidade