25/06/2010

#MJforever

Um ano sem o ídolo. Um ano de saudades e lamentação pela perda imensa de um astro completo. Michael foi perseguido, processado, julgado pela justiça e pelos homens, criticado, mas, principalmente, amado.

Michael era um enigma. Excentrico na maneira de se apresentar ao mundo, cheio de manias e esquisitices, mas um artista. Sensível. Talentoso.

Enquando o mundo se preparava para a sua volta trinfal aos palcos, Michael ensaiava exaustivamente. De repente, a notícia que o mundo não podia acreditar. Difícil de assimilar. Impossível aceitar. O Rei do Pop tinha partido. E em nossos corações fica aquela saudade difícil de abrandar.

Michael viverá para sempre!

3 comentários:

Carol disse...

E que show seria!
Nunca fui uma FÃ de MJ, ouvia suas músicas como qualquer outra, mas devo pertencer à parcela de pessoas que começou a admirá-lo depois que partiu! Uma pena!
Mas como tu disse: ele viverá para sempre!

Bjs!

Blog da Fatima disse...

Acho que hoje vai passar na globo um especial dele...com certeza vou assitir... Adoro MJ. Ele será tão insquecivel quanto, John Lennon, eElvys Presley!!

Bjo no ♥

Eva - disse...

Oi, Glória!

Eu apaixonei por MJ desde que conheci suas músicas, mais exatamente as do CD Triller. Revoltei-me com as acusações feitas contra ele, com as humilhações que sofreu. Nunca acreditei que fosse pedófilo. MJ era meigo, doce, suave e educado , nas entrevistas. Era um sofredor, com uma história de vida que não foi feita apenas de glórias e fama. Ter um pai como o dele, já é carma demais para um ser humano. Comovo-me quando vejo as cenas dos ensaios do último show que não chegou a estreiar.