30/04/2014

Aprendiz Celebridades - terceiro episódio

Definitivamente não estou gostando do formato do programa. Essa estratégia de recapitular todo o programa anterior cansa, e a expectativa que eles esperam criar, só me irrita. O programa de ontem gastou 4min40seg mostrando fatos do programa de quinta-feira. Enfim...apesar disso, ainda é um reality que eu gosto.
 
Não gostei da inovação do grupo vencedor assistir à sala de reunião. Não tem que ter privilégios desse tipo. Essa facilidade, chamada de Sala dos Vitoriosos, vai influenciar no comportamento deles quando eles tiverem que participar da sala, comportando-se como eles acham que o Justus quer. Não achei bacana. Mas gostei do demitido poder se despedir do grupo. Nas edições anteriores, o demitido saía que nem um cão sarnento, como a pior pessoa do mundo.
 
 
E quando a gente pensava que o programa efetivamente ia engrenar, voltamos novamente para reprise da sala de reunião de quinta, mas com uma inovação: a família Lima participou do programa, acompanhando a sala. Li em algum lugar que será assim agora: sempre irá participar uma família de um dos três que estiver na berlinda.
 
Daí veio a escolha do líder. As duas equipes juntas receberam as instruções do Justus e, depois de uma disputa sem noção do Nahim em querer ser o líder novamente, ficou decidido que Amon e Cristiano (filho da Marília Gabriela) seriam os lideres da semana.
 
 
O Desafio do Líder aconteceu num centro de treinamento do exercito e, finalmente, Beth Szafir e Ana Moser apareceram! E eu já estava vibrando com a possibilidade da Beth fazendo aqueles treinamentos todos, mas não...foram só os líderes mesmo. Cristiano foi mais lento nos aparelhos e mais rápido no raciocínio lógico, errando uma pergunta só. Amon fez exatamente o contrário, perdendo a tarefa e foi Cristiano que levou a vantagem para a sua equipe. A pausa que o Amon fez para descansar e pensar em uma das perguntas custou caro.
 
E, para minha surpresa, novamente o Justus enfiou o Clodoaldo - vencedor da quinta edição - em cenas de sua participação em uma prova similar à de ontem. Justus deveria colocar o Clodoaldo como conselheiro, já que é a segunda vez nessa edição que ele reaparece.
 
 
O programa terminou dando uma prévia do que vai ser a prova entre as equipes. Parodiando a história do Clipe Vermelho, as equipes receberam um dedal e com ele eles terão que fazer trocas, sem agregar nenhum valor como autografo, foto, brinde, e fazer várias trocas com coisas de maior valor. A prova vai testar a capacidade de persuasão dos participantes.
 
Já sabemos que amanhã perderemos minutos preciosos assistindo partes do programa de ontem até que seja mostrada a prova, efetivamente. Serão dois dias de prova e o mínimo de trocas aceitável será de 10 para o grupo do Amon e 8 trocas para o grupo do Cristiano, que venceu o Desafio do Líder.

Nenhum comentário: