03/02/2016

O jogo vai começar



 
O que parecia impossível até o anúncio do resultado do paredão, aconteceu: Ana Paula derrotou Laércio e o efebófilo, como ele mesmo se define, tomou o caminho de casa. Se foi boninhada ou não, não me importa. O que importa é que ele tenha saído. Ana Paula pode ser o que for, mas mil vezes ser escandalosa, exagerada, mimada do que conviver com um ser que sente atração sexual por adolescentes. 

Foto de garota de sutiã no Facebook de Laércio de Moura

Não vou entrar na acusação mais grave que Ana Paula fez porque a menina que o acusou nas redes sociais de ter abusado dela não fez queixa formal, não tem nenhum boletim de ocorrência, então, deixemos esse assunto para as páginas policiais. Só podemos julgar Laércio - podemos sim, porque foram para um reality para serem julgados - pelo que ele fez lá dentro: olhares insinuantes, declarações sobre "amor livre" entre ele, uma namorada de 18 e uma amiga de 17, sobre embebedar moças para facilitar o sexo e mais coisas que não vale a pena citar aqui. 

Em entrevista hoje no Mais Você, Laércio afirmou que namorou essa bissexual de 18, que era casada com uma lésbica de 17 e que, por causa do ciúme da mais nova, passaram a ter um caso os três. Ora, não me importo se a lei diz que pedofilia é somente o ato sexual com menores de 14. Acho Laércio asqueroso e ponto. 

Ana Paula, mais uma vez, usou de comportamento exagerado ao comemorar sua vitória no paredão. Não era preciso. Daniel não é o justiceiro que pensa que é, nem Ana Paula é detentora do cinturão da virtude. Ambos estão equivocados. Mas o embate será interessante, pois ela é a única que vai ter coragem que chamar a briga para si.

O único perigo ali agora é Ronan, que claramente está usando Ana Paula para levar seu plano adiante. Espero que ela não se deixe contaminar. Que faça seu jogo - certo ou errado - desde que seja o seu jogo. E pode descer um ou dois tons, que ficaria de bom tamanho. 

Vamos aguardar a bebedeira de hoje à noite. Oremos.

Nenhum comentário: