10/07/2007

Vândalos picham Cauê com metralhadora



Desenho no muro do Maracanã mostra o mascote do Pan carregando uma arma de fogo

Um ato de vandalismo às vésperas do Pan do Rio: Cauê, mascote dos Jogos, é pichado no muro do Estádio do Maracanã, palco das cerimônias de abertura e de encerramento. No desenho, o solzinho foi desenhado seguidas vezes de cor vermelha e carregando uma metralhadora.

Na boa...tem hora que eu tenho vontade de sumir do Brasil, pela vergonha que atos como estes me causam. Que um idiota qualquer faça comentários que denigram a nossa nação, como aconteceu com os pilotos e o cara lá da frase do Congo, dá revolta sim, mas até se compreende (embora eu não perdoe): as impressões que eles expressaram foram passadas para eles de alguma forma. Ainda tem gente nesse planeta que acredita que no Brasil os macacos andam pelas ruas!

Nossos bandidos não são piores do que os bandidos do primeiro mundo. São iguais. Tenho vergonha das autoridades que não solucionam o problema da criminalidade.

Eu tenho vergonha quando vejo parlamentares votando em causa própria, dentro de um Congresso podre. Bin Laden bem que poderia dar uma olhadinha nas torres da Esplanada dos Ministérios: elas também são gêmeas.

Tenho vergonha quando vejo um brasileiro arrastar um menino de 6 anos preso a um carro por um cinto de segurança, na fuga após roubar o carro onde o menino estava. Por 7 quilômetros!!!

Eu tenho vergonha quando bandidos entram em um ônibus e queimam os passageiros, quando jovens bem criados queimam um índio ou quando rapazes espancam uma mulher por acreditar que era uma prostituta.

Desculpem-me o tom amargo do post mas ver essa imagem no muro do Maracanã foi um soco no estômago. Um soco dado por um brasileiro pichador que fez questão de mostrar ao mundo quem está no comando por aqui.

Nenhum comentário: