18/03/2009

Alice pensava que o BBB9 era a Disney!


.
Os participantes estavam no jardim, logo após a saída de Naiá. Ana se mostrava indignada com a eliminação da vovó. "Isso é injusto. Querem aniquilar os outros, estou muito chateada", chora a catarinense, não mais cessando a torrente de acusações e de “coitadismo”, seguida da já nossa conhecida e desgastadíssima ladainha da vitimização, dos lamentos de mártir injuriada e perseguida por seus cruéis algozes do grupo B. Ai, que peninha me deu! Tão lindinha, tão jovenzinha e já tão sofredora!

Tentando consolar a chorosa e martirizada Aninha, Francine diz: "Eu sempre falo para vocês: a gente não sabe de nada. A gente vai julgar de forte e fraco, mas a gente não sabe nada. Mas vocês dizem que Francine é burra". Não, filhotinha, de burra você não tem nada: acertou bem no cocuruto de Ana, essa foi direta, mas a menininha não captou, não realizou na cabecinha de menina poderosa que errou feio quando subestimou o potencial de Joseane e superestimou a popularidade de Nana! Tadinha!

"Eu prometi para Naná que eu ia cuidar de você" (Lindo e emocionante! Uma babá de luxo para a bebezinha da edição), diz Joseane para Ana Carolina, revoltada com a grande injustiça e pela “maldade” de lhe “tirarem todas as pessoas que ela gostava” (Aninha pensava que o BBB era a Disney, como disse Max). Em seguida, todos entram na casa e Ana recomeça com as acusações contra Flávio por ter votado em Naná. Por pouco não houve um barraco. Flávio disse-lhe umas poucas e boas e aconselhou-a a baixar o tom da voz, acabar com brigas e mudar o comportamento, pois ela é quem sairia prejudicada, se continuasse acusando a todos de coisas que não fizeram. Ela fechou o biquinho e parou de ciscar.

Ana se despede de Flávio e vai para o Quarto Procura-se, onde protagoniza uma das cenas mais ridículas e nunca vista antes no BBB: Chorando, a catarinense comenta: "Esse vestido azarento, só me dá azar". Ela retira e chuta a peça de roupa. "Feio, feio!", reclama a moradora, tal e qual faria uma bebezinha de cinco aninhos. Mas as cenas ridículas não pararam aí. Com a luz apagada, Ana cai em pranto convulsivo no quarto Procura-se. A catarinense chora, contorce o corpo, e esperneia muito, chutando o edredom e questionando em voz alta? "Por quê?". É de pasmar! A moça surtou de vez! Imaginei que esta cena deveria ser costumeira, desde a sua infância. Imagino o que fazia, quando era contrariada! Faltaram-lhe limites! Agora aí está uma mulher adulta infantilizada, dando espetáculo deprimente frente às câmeras!

Pela manhã, Francine entrou na casa e viu Ana Carolina sentada na sala com cara de “missa de sétimo dia” e cara de poucos amigos. A gaúcha disse-lhe que precisa melhorar o humor. "Minha filha, melhora essa cara. Você está parecendo a menina do Exorcista", diz a professora, acrescentando que sua cara também não está boa. Essa tirada de Fran foi hilária, pois era o que parecia mesmo aquela figura loura, de olhos arregalados, olhando de bandinha, com cara de quem sente dor de barriga ou quer morder... Que situação!

Agora, ou ela baixa os faróis e resolve descer dos saltos altos, ou vai promover situações que poderão ser muito prejudiciais para ela. Já gritou com Flávio, foi grosseira com Priscila e prometeu à Joseane que hoje iria dizer “verdades” a todos os seus algozes e perseguidores, sendo aconselhada a não realizar tal projeto. Será que Boninho avisou para a menininha mimadinha que o BBB não é a Disney? Será que ela sabia que ir ao paredão seguidamente faz parte da rotina do BBB? Essa idéia fixa de Ana de que sofre perseguição exige a assistência de um psicólogo, urgentemente, antes que ela surte mais ainda e se torne mais chiliquenta e insuportável do que já é. Cresce, garota!

Nenhum comentário: