07/03/2009

As maledicências das garotas poderosas

O festival de maledicência pesada protagonizado por Joseane, Maíra, Ana e Naná às altas horas da madrugada foi um fato deplorável, deprimente e execrável, sem precedentes na história do BBB em termos de baixaria, desrespeito, vilania e indignidade. Reunidas inicialmente na cozinha da xepa, as quatro línguas de trapo sentaram o malho em Francine, Priscila e Milena, sem se darem conta de que Max e Fran estavam escutando tudo no quarto do líder.

Depois, já sem Naná presente, as três linguarudas, ainda abespinhadas com Priscila, começaram a falar do colar e levaram bronca de Zeus, passaram as elucubrações sobre o castigo das três até chegarem à Priscila e começarem a meter o malho na garota. Joseane disse que Ton havia comentado que conheceu Priscila pelo site 8p. "Ele disse que a conhecia, mas preferi não saber". As linguarudas começaram a levantar a hipótese dos dois terem “ficado” juntos. Mas Ana Carolina adiantou que os dois conversaram pela internet e que haviam saído para jantar, mas "Ela disse que não ficou com ele". Maíra, mal Ana terminou a frase, afirmou categórica: "Ah, eu não acredito! Às vezes, eles ficam, mas, como ele não quis prolongar, então ela diz que eles não ficaram", completa a apresentadora. Aproveitaram pra insinuar que a Priscila é prostituta e riram muito do mico que esta pagou, por ter conhecido Newton antes da Joseane e ele a ter dispensado por ter preferido ficar com a cantora. Juntas, se esbaldaram de rir, zombando de Priscila.

No Quarto Palácio de Cristal, As três bocudas contaram à Naná o caso, e a sexagenária depois de ter ralhado com Ana: "Você tinha que se meter?", não se mostrou surprendida e disse: “Ah, isso eu sabia. Mas achei que você soubesse, por isso não falei nada”. Maíra, então, falou que sabia de uma história muito cabeluda sobre Priscila, mas que não podia falar porque se tratava coisa muito forte, deixando no ar, maldosamente, mais dúvidas sobre honestidade da mato-grossense.

As fofoqueiras se perguntaram por que Priscila disse que conheceu Newton no trabalho de eventos se a versão dele é outra. “Vai ver ela não pode falar sobre o trabalho de verdade dela”, diz Joseane, escorrendo veneno pelo canto da boca. Na mesma hora, Naná exclama: “Mas por que não pode? Ela trabalha com o quê? Com...”. Nessa hora, as quatro dão a entender que Priscila faz trabalhos como garota de programa. “Será que ele trabalha com isso também”, pergunta a inocente e pura Ana, referindo-se a Newton, fazendo Naná ralhar mais uma vez com a “filhinha” amada: “Ana, não põe minhoca na cabeça da Josi”. Ana, então, comenta: “A camisa do Ton vai virar churrasquinho”. Joseane, bem-humorada, responde: “Não vai virar churrasquinho, não, vai ficar largada aí, abandonada”.

As boquirrotas riem e, para finalizar a conversa, soltaram mais comentários maldosos. Joseane falou: “Na casa de vidro a gente ficava sabendo de algumas coisas sobre as pessoas que estavam aqui”. Maíra aproveitou para lançar mais dúvidas no espírito de Joseane: “Eu acho muito incoerente o Ton ter tentado ficar com ela e as amigas, sem que ninguém o tenha querido. Ele é um homem bonito, charmoso, e ninguém quis ficar com ele? Não faz sentido!”. Ana, a inocente e doce Aninha então deu a resposta: “Mas ele não tem (esfregando o dedo polegar no anular para significar dinheiro), que é o que as mulheres do lado de lá gostam”. Maíra questiona: “Mas isso conta na hora de só dar um beijos?”. Cheia de raiva, a discreta e mimosa Joseane dispara: “Depende. Se o beijo é cobrado...”, insinuando que todas as meninas do ex-grupoB são prostitutas. Estas são as pessoas que Priscila acreditou serem suas amigas, sem perceber que tratava com serpentes venenosas, prontas para darem o bote.

Agora a pergunta que não quer calar: por que as quatro maledicentes sentem tanta raiva de Priscila? Simples: Joseane entrou na casa já sabendo que Pri e Ton se davam muito bem, não foi paparicada pela morena e logo ficaram enviesadas uma com a outra. No fundo, a loura insípida sente inveja e ciúmes de Priscila. Maíra é uma mal amada, casou com um jogador de futebol por interesse em dinheiro, apesar de saber que ele a traia, é outra mal amada. Ana é uma patricinha fútil, mimada que não sabe nada da vida e comporta-se como uma abobalhada. Naná já viveu 61 anos e não aprendeu nada que a fizesse crescer interiormente e tornar-se uma pessoa melhor. Seu azedume com Priscila deve ter raízes em seu preconceito contra moças descoladas e assumidas como a morena. Além do mais, Priscila é morena demais para o gosto de Naná. A lourice endinheirada de Ana a seduz muito mais.

O que me causa espanto é ver Joseane, uma mulher com 30 anos, psicóloga e cantora, não se dar conta do quanto é péssimo para a sua imagem figurar com mexeriqueira maledicente em frente às câmeras. Quando não está dormindo, ela se partilha com Maíra o papel de X9, tecendo intrigas, fazendo fofocas, num contínuo leva e traz, equivalendo-se a Ana e Naná na mexericagem. Nunca vi tantas mulheres mexeriqueiras e maledicentes juntas em um só BBB. Enoja-me ver pessoas que em nada são melhores que Priscila, Milena e Francine, falando mal delas como se fossem muito superiores às garotas. Gostaria de saber porque Ana se acha tão superior a Priscila, arrogando-se o direito de criticá-la. Logo ela que não passa de uma mimada endinheirada, que tem um namorado rico, que tem suas contas e seus cartões de crédito pagos pelo pai, que revela a Naná, frente as câmeras, que não sabia fazer certas coisas de sexo com o namorado e este aconselhou-a a ver filmes pornôs para aprender, e ela assim fez, se tem uma meia irmã que despreza e chama de bastarda. Que direito tem ela para levantar qualquer tipo de suspeita acerca da vida particular da Priscila?

E Maíra, essa criatura tão vulgar, com um histórico de vida nada louvável em Portugal, com uma vinda muito estranha para o BBB9, tem alguma moral para criticar Priscila em suas escolhas na vida? Naná, com sua desabonadora passagem pelo BBB9, exalando preconceito por todos os poros, falando palavrões, baixarias e inconveniências indesculpáveis em uma pessoa da sua idade, por acaso tem algum direito de acusar, sem provas, Priscila de prostituir-se e Fran Milena e Pri de só quererem o dinheiro dos homens? Que sabe ela da vida particular das pessoas que estão na casa? Nenhuma das quatro tem a mínima condição moral para criticarem não apenas as três meninas do Grupo B como qualquer pessoa! São muito pequenas. Que cresçam e apareçam!

Nenhum comentário: