05/12/2009

Jesus, acende a luz!

Não, gente, eu não estou de olho no namoradinho da Madona! Eu estou é apelando para o Todo Poderoso mesmo, porque só Jesus na causa, viu?

Talvez fosse o caso das autoridades construirem um novo ponto turistico, que pudesse até concorrer à mais uma Maravilha do Mundo: uma enorme vela acesa, em cima de uma montanha qualquer, bem no centro do Rio de Janeiro. Ou quem sabe, devolver o Cristo Redentor pra França e colocar lá um lampião à gas!

É uma vergonha o que está acontecendo na nossa cidade. Se já não bastasse a violencia, o descaso com a saude pública, ainda temos que aturar essa palhaçada de ficar sem luz mais tempo e com mais frequencia do que podemos suportar.

Só em novembro foram cinco noites sem luz. Não sei se o apagão foi geral, como no primeiro dia, mas aqui em casa não teve luz. Aí veio a multa que aplicaram na Light. Então pensei: agora a gracinha vai acabar. Ledo engano. Ontem fiquei sem luz novamente e nem sei a que horas ela voltou, porque apaguei na cama. E o meu apagão não foi por solidariedade ao apagão da vergonha não! Foi cansaço mesmo.

Já estou ficando craque em fazer comida à luz de velas. Só não me acostumei ainda foi com os mosquitos, o calor e em não poder usar o computador para o meu lazer. É incrível, mas a luz nunca acaba quando estou no trabalho! Só mesmo quando eu chego em casa e mais preciso da energia eletrica.

Acho que os fabricantes de velas devem estar muito felizes com toda essa escuridão. E também os fabricantes de lampiões, lanternas e afins. Alguém tem que lucrar com a desgraça alheia, certo? Se eu ainda não tivesse escolhido meu presente de amigo oculto, certamente eu pediria um kit apagão. Que tal?



Bom, não vou me alongar muito porque vai que falta luz e eu perco essas iluminadas linhas? Aí sim, seria a treva, literalmente!

Nenhum comentário: