24/02/2014

Paredão 10

Os emparedados:
 

 
Como se formou o décimo paredão:     
     
Prova
 
imunizou
Marcelo
 
anjo
Angela
imunizou
Valter
 
líder
Aline
indicou
Diego
 
Diego
votou em
 
Roni
votou em
 
Marcelo
votou em
Vanessa
 
Valter
votou em
Roni
 
Clara
votou em
Roni
 
Cássio
votou em
 
Franciele
votou em
Roni
 
votou em
Franciele
 
Vanessa
votou em
Franciele
 
votou em
Roni
 
Aline, Clara e Cássio não receberam votos.
 

Vamos começar pela prova da imunidade extra executada minutos antes do programa ao vivo. Em mais um erro da produção, Roni não foi desclassificado ao bater no botão antes do Bial anunciar o "valendo". As regras são claras, não é a primeira prova desse tipo e Roni foi favorecido. Ainda bem que ele não ganhou, mas, se Marcelo não fosse tão covarde, teria apertado o botão para errar e assim dar imunidade ao seu melhor amigo, assim como Roni fez na prova passada. Gosto do Marcelo. É engraçado, é leve, é tonto até não mais poder, mas nas duas oportunidades que teve, jogou o poder de dar imunidade fora. Não imunizou Leticia quando podia e não defendeu seu "irmão". Medo de paredão não justifica a deslealdade. E deixo bem claro que não gostava da Leticia e não suporto o Roni. Até Bial relembrou o erro proposital do Roni para favorecer Marcelo. Será que a ficha caiu?
 
Angela jogou seu anjo fora, ao imunizar o insignificante Slim. Não quis se indispor com ninguém, não quis chamar votos para si e imunizou um amigo que nunca é votado por ninguém. Jogo? Purinho!
 
Depois de afirmar categoricamente para Franciele que não votaria no Diego e minutos após já estar decidida a votar em Poliana, Aline emparedou Diego. Eu acho perfeitamente normal e justo ela querer devolver o voto que Diego deu nela na semana passada, quando ele teve que abrir seu voto depois de mais um erro da produção, com a mensagem errada e não totalmente corrigida do Big Fone. A mensagem seria emparedar quem atendesse e dar à essa pessoa o direito de imunizar alguém. O certo seria anular a pulseira preta, que fazia parte do Big Fone da semana anterior. Com isso, Diego ficou na mira da líder desnecessariamente. Aline pensou até em votar em Roni, aquele que ela considera irmão, aquele que ela foi abraçar na despensa após a votação torcendo pra que ele volte. E votar em Poli? Qual o motivo? Sobrar um macho pra ela? Nesse caso, Diego não tinha que reclamar do voto dela nem ela tinha que prometer não votar nele. Ficou feio.
 
Roni me surpreendeu, ao não votar em Franciele, por não querer pros outros o que não gostaria que fizessem com ele: casal no paredão. Até que ponto foi sincero ou jogada, nunca saberemos. Mas achei que enganou muito bem. Botou seu voto em Angela.
 
Cassio, um dos que não receberam votos na formação de ontem, foi o que mais aqueceu meu coração. Devolveu o voto em Angela, lindamente! Cassio tem várias opções de voto, assim como Angela. "Vou votar em quem votou em mim na semana passada, que me surpreendeu e me machucou: é a Angela". Gostei. Cassio não fez barraco quando soube, não ficou brigado com ela e fez justiça na hora certa. Agora zerou. Pena que a cobrinha não foi emparedada.
 
Formado o paredão e findo o programa ao vivo, vimos um Diego totalmente alterado com o voto da Aline. Comentou-se muito no twitter e também entre os participantes que Diego teria falado que queria ter um fuzil para dar na cara da Aline. Eu não vi isso, mas não duvido nada que seja verdade. Ouvi sim ele dizer que, se ele voltar, ela vai ser sua inimiga eterna e que ele vai metralhar. De qualquer forma, reação desproporcional, violenta e desnecessária.
 
Entre Roni e Diego não vou gastar um minuto do meu tempo votando. Acho que os dois tem personalidades defeituosas, com atos de machismo que eu abomino. Diego é extremamente grosso com Fran. Roni também é bem cruel com Tati. Fran revida, responde na mesma moeda. Tati se cala. Diego quer ser superior à Fran. Roni quer competir esteticamente com Tati. Qualquer um dos dois que sair, o par que ficar, ficará bem melhor!

2 comentários:

Anônimo disse...

O Roni não votou na Francieli porque não sabia que o paredão era duplo. Como achava que continuaria sendo triplo, não queria um casal contra ele no paredão, foi ´malandragem pura a justificativa!

Glória Tupper disse...

Tem razão, não tinha pensado nisso! Nós é que sabíamos que ia ser duplo...rs...retiro o elogio ao insuportável Roni!